We had been looking forward to Tânia and Joonas’s wedding since we met them (and their doggie) several months earlier for their engagement session, these two are awesomeness incorporated and we couldn’t wait to work with them again. Their wedding was wonderful, they put loads of effort into their decor, and DIY’ed lots of little details… but the best part was the ceremony in the little church of São Pedro in Sintra. It’s not often that a church ceremony makes a huge impression on me, they generally tend to be very formal, traditional and with lots of rules, which often turns a happy celebration (like a wedding!) into quite a solemn affair, but not this wedding, no sir! The priest? He was fantastic, pure and simple… such a happy and uplifting personality you just couldn’t help but smile. The ceremony was performed in English (Joonas is from Finland and his family doesn’t speak Portuguese) and the priest was from Mozambique which meant the little chapel was filled with that wonderful deep African accent that just says one thing to me… Home. Luis and I looked at each other from across the room as he started to speak and shared a little smile, he knew what I was feeling and in that moment we both knew that this was going to be a good day. And it was. Thank you Tânia and Joonas for letting us be a part of it all.

Esperávamos ansiosos pelo casamento da Tânia e do Joonas desde que os conhecemos (e ao seu cãozinho) alguns meses antes, na sua e-session. Estes dois formam uma “equipa maravilha” e mal podíamos esperar por fotografa-los novamente. O casamento foi lindíssimo, o decor demonstrava o bastante esforço e dedicação da sua parte, com muitos detalhes feitos por eles e pormenores que vincavam a sua personalidade única e criativa. Mas a melhor parte foi a cerimónia na pequena igreja de São Pedro de Sintra. Não é normal uma cerimónia religiosa causar tanto impacto em mim, normalmente são muito formais e tradicionais, com regras e rituais que transformam uma celebração alegre (como um casamento) num acontecimento solene. Mas não neste casamento, não senhor! O (Sr.) Padre! Foi puro, simples e fantástico… uma personalidade feliz e revigorante, não conseguia conter o sorriso. A cerimónia foi realizada em inglês (o Joonas é finlandês e a sua família não fala português) e o Padre sendo de Moçambique encheu a pequena capela com o seu sotaque africano enquanto proferia as suas palavras, remetendo-me por momentos para a minha casa… África. O Luís e eu trocámos olhares através da igreja e sorrimos um para o outro, ele sabia o que eu sentia naquele momento e ambos sabíamos a partir daí que este iria ser um dia único. E foi. Obrigado Tânia e Joonas por nos deixarem fazer parte dele e captar os vossos momentos especiais, como se diz habitualmente… para a posteridade.

Make Up | Maquilhagem:  Joana Moreira

Video: VIP Weddings